Autismo: Estudantes de Pedagogia da FAACZ participam do I Seminário VidAzul

Foto: Divulgação

 

“Autismo: Do diagnóstico às intervenções” foi o tema do I Seminário VidAzul realizado pelo Projeto VidAzul – Voluntariado para Inclusão dos Autistas, que aconteceu, no último dia 14, no Salão Paroquial da Igreja Católica São João Batista, no centro de Aracruz. O seminário teve parceria da FAACZ e contou com a presença de professores e estudantes do curso de Pedagogia, que realizaram várias atividades que fazem parte do eixo de Inclusão Social do Comitê de Extensão da FAACZ.

 

Durante o evento foram feitos relatos dos adolescentes autistas, Isadora Reis Marim e Guilherme de C. Lozer. A primeira palestra do dia foi com a doutora em Ciências Fisiológicas e médica neuropediatra, Dr.ª Luziene Dalmaschio Biasutti Oliveira, que abordou “Autismo na visão do neuropediatra”. Em seguida, o médico psiquiatra Dr. Bruno Lima, que é especialista em Psiquiatria Geral, da Infância e Adolescência, falou sobre “A importância do médico psiquiatra no Transtorno do Espectro do Autismo – TEA”.

 

Logo depois, a psicóloga e especialista em Análise do Comportamento, Dr.ª Julia Peralta debateu sobre o “Autismo e Análise de Comportamento (ABA): Possibilidades de intervenção e modelos de comportamento”. Por fim, a terapeuta ocupacional e especialista em Integração Sensorial, Dr.ª Viviane Biriba Bastos Arpini, explicou sobre “O autismo sob o olhar da Terapia Ocupacional na abordagem da Integração Sensorial”.

 

Para a estudante Lívia Biasutti da Silva, do 1º Ciclo/Módulo IV do curso de Pedagogia, participar do seminário sobre autismo agregou conhecimentos que antes eram superficiais. “Hoje, olhando para o contexto escolar, conhecer as características que uma criança autista apresenta é indispensável, para saber de que forma é possível contribuir nos desenvolvimentos social, cognitivo e afetivo do aluno”, afirmou a aluna de Pedagogia.

 

“Estou muito feliz com a iniciativa do grupo VidAzul e da FAACZ em se preocuparem com a formação de diferentes profissionais, estudantes e familiares da região, em difundir conhecimentos enriquecedores do Transtorno Espectro Autista. Tenho certeza, que os estudos de hoje, contribuíram significativamente na melhoria de qualidade de vida escolar e social dos nossos anjos autistas”, salientou a professora Nayara Fagundes, ex-aluna do curso de Pedagogia da FAACZ.

 

“É necessário que todas as pessoas da comunidade civil, da escola e da família estejam engajados nesse processo de sensibilização e conscientização do autismo. Parabéns a todas as pessoas que estiveram participando e fizeram toda a organização do trabalho. Acreditamos que a cada dia este movimento possa estar mais integrado com a comunidade”, pontuou a professora da FAACZ, Marta Rossoni, responsável pelo eixo de Inclusão Social do Comitê de Extensão da faculdade.

 

Texto: Alessandro Bitti
E-mail: comunicacao@fsjb.edu.br
alessandro@fsjb.edu.br

 

 

Você pode gostar...

Tamanho da fonte
Contraste

Holler Box