Comissão Própria de Avaliação

 

A pedra angular de qualquer avaliação é a qualidade e esta é a razão para melhorar o trabalho e para recompensá-lo. A excelência, supra-sumo qualitativo, está associada ao impacto do trabalho, mas deve ser interpretada dentro de um contexto que envolve sistematicamente toda a estrutura organizacional. Por outras palavras, julgar as contribuições dos stakeholders da instituição depende da missão e dos objetivos da instituição, tanto no aspecto físico quanto humano, e deve ser feita no contexto das responsabilidades e expectativas da mesma.

 

Estabelecer criteriosos indicadores de qualidade constitui uma tarefa maior. Critérios que devem considerar os processos e não apenas os produtos, e esta se aplicam tanto à avaliação da instituição de ensino como dos atores interessados nesta instituição.

 

A avaliação deve servir para focar as discussões e alcançar melhorias. Um bom sistema de avaliação deve basear-se no compromisso de se querer melhorar e não no princípio do controle institucional. O ensino superior só terá benefícios se a avaliação se orientar no sentido de mover-se para além dos resultados do trabalho de seus colaboradores, confirmando as dimensões exigidas na Lei 10.861. A avaliação deve ser concebida como uma força positiva em vez de uma intrusão negativa. Pode fazer-se com o objetivo duplo de ajudar o indivíduo e desenvolver a instituição, mas a atitude de comprometimento versus a de controle deve ser a que fundamenta a ação.

 

Envolver os atores na discussão do que é que deve contar para avaliação constitui uma tarefa fundamental para articular os objetivos individuais e institucionais. A avaliação do trabalho dos atores da instituição de Ensino Superior deve descrever e julgar o espectro completo do trabalho que é inerente às suas funções e considerar os seguintes processos:

• Exame do nível do trabalho, incluindo o pensamento sobre esse trabalho, as atividade, e as contribuições;
• A reflexão sobre a qualidade do trabalho e a discussão de padrões;
• A existência de feedback de outros esperando-se o seu uso para melhorar a qualidade do trabalho.

 

 

 Legislação (link externo)