Projeto de Avaliação

 

O teste definitivo do processo de avaliação consiste em verificar se aquela promove a melhoria do pessoal e o desenvolvimento institucional. É o que se inscreve numa perspectiva de desenvolvimento. Não é um flash, mas uma visão contínua do processo. A boa avaliação é a que conduz ao pensar em conjunto e deve ser utilizada como um mecanismo de desenvolvimento pessoal e institucional. Ela é mais do que contar, medir, registrar ou responder, mas, sim, incorporar ao contexto institucional a melhoria na qualidade que deve estar continuamente em desenvolvimento e construção.

 

Como o conceito de qualidade não é expresso por si só, sendo sempre referenciado a algo, na medida em se trata de um atributo, é preciso que, no âmbito dos processos de avaliação, seja explicitado o referencial utilizado para a sua parametrização. Mais ainda, é fundamental indicar que a avaliação é realizada em um dado contexto e com um objetivo definido, não sendo, portanto, fruto de puro e simples transplante de critérios estabelecidos em outros cenários e sob condições diversas.

 

Assim, este documento, busca, em um primeiro momento, sistematizar a trajetória da avaliação na FAACZ explicitando, em seguida, os termos em que hoje é pensado o seu projeto de avaliação institucional. Neste sentido, toma-se o projeto de avaliação para:

 

• Contemplar tanto os objetivos individuais como institucionais;
• Refletir a complexidade do trabalho dos atores envolvidos em cada setor de atividade da instituição;
• Favorecer a identidade e singularidade de cada colaborador e promover o seu desenvolvimento;
• Comunicar claramente os objetivos institucionais e as suas expectativas.

 

 

 Resultado das avaliações

• Melhoria da qualidade da educação superior;
• Orientação da expansão da sua oferta;
• Aumento permanente da sua eficácia institucional e efetividade acadêmica e social; 
• Promoção do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais das instituições de educação superior.

 

 

  Instrumentos para autoavaliação

a) Verificação in loco: A CPA fará visitas in loco às instalações da faculdade para verificar o que fora dito pela comunidade acadêmica acerca das instalações;

 

b) Reuniões/Encontros/Seminários: Ao longo do ano letivo a CPA realizará encontros, reuniões e seminários com alunos, professores, gestores e funcionários com o objetivo de diagnosticar a situação de cada curso e tem também a finalidade de sensibilizar a comunidade da importância e necessidade da avaliação institucional e apresentar e discutir os resultados;

 

c) Entrevista: Baseando-se nos manuais de curso e de avaliação externa, a CPA desenvolverá um roteiro para entrevistas com alunos, professores, gestores, mantenedores e corpo técnico-administrativo;

 

d) Questionário Eletrônico: Periodicamente, a CPA aplicará questionário próprio de autoavaliação destinado ao corpo discente, ao corpo docente, aos coordenadores e ao corpo técnico-administrativo. São, portanto, 4 (quatro) questionários disponibilizados via internet por meio de login e senha de cada membro da comunidade acadêmica.

 

 

Holler Box