FAACZ: Alunos da especialização em Neuropsicopedagogia Clínica concluem curso

A primeira turma da FAACZ da pós-graduação em Neuropsicopedagogia Clínica concluiu o curso, este ano, no mês de março.  Os alunos finalizaram o estágio e os Trabalhos de Conclusão de Curso, dentro dos prazos estabelecidos pela faculdade. Apesar de todos os desafios ocasionados pela pandemia, os estágios foram organizados pelas professoras, Núbia Rosetti e Cláudia Siqueira, e ocorreram de forma remota, onde os alunos tiveram a supervisão da professora de estágio.

 

Foto: Divulgação

“Finalizamos mais uma etapa com a certeza de que a formação desses profissionais, certamente, contribuirá com o processo de aprendizagem e desenvolvimento de muitas crianças que apresentam dificuldades de aprendizagem”, afirmou a professora Núbia que ministra aulas no curso, que teve início em 2018 (primeira turma).

 

Thiago Giraldeli Segatto é concluinte desta primeira turma e afirmou que apesar da pandemia ter tirado os alunos da sala de aula, eles continuaram firmes no curso com o apoio dos professores.

 

“Concluímos um ciclo de aprendizado. Os nossos professores sempre buscaram nos proporcionar o melhor do ensino remoto. Finalizamos a última etapa e passamos pelo estágio de forma gratificante. Demonstro aqui meu carinho e respeito por toda a equipe pedagógica do curso de Neuropsicopedagogia Clínica da FAACZ”, ressaltou o egresso da especialização.

 

Neuropsicopedagogia Clínica turma de 2019

 

A segunda turma da pós-graduação em Neuropsicopedagogia Clínica teve início em 2019. Mesmo diante do momento atual que vivemos de pandemia, no mês de fevereiro, na aula da disciplina “Deficiências Múltiplas”, ministrada pela professora Núbia Rosetti, os alunos puderam participar de um momento importante para o movimento de inclusão dos estudantes, público-alvo da Educação Especial.

 

Na ocasião, o grupo da aluna Daniela Reis de Jesus Rossoni, trouxe uma professora surda para dar seu depoimento, junto a intérprete de Libras, e falar sobre seus desafios e possibilidades no exercício da docência, em sua condição de deficiente auditivo.

 

“Foi muito importante poder conhecer diferentes realidades e saber que as diferenças não impedem o exercício pleno da cidadania. Diante do atual cenário, nossas aulas têm acontecido via plataforma Teams da Microsoft, com a organização e suporte da equipe de TI, sempre que necessário”, explicou a professora Núbia. 

 

Rosetti finalizou dizendo: “Estamos felizes em poder compartilhar conhecimentos e momentos de muito aprendizado junto aos nossos alunos, mesmo diante de tantos contratempos que a situação de pandemia nos trouxe”, salientou a docente da FAACZ.

 

Texto: Alessandro Bitti
E-mail: comunicacao@fsjb.edu.br
alessandro@fsjb.edu.br

Você pode gostar...

Tamanho da fonte
Contraste

Holler Box