Universitários promovem mobilização no mês de conscientização sobre autismo

Foto: Ariel Cerri

 

Estudantes dos cursos de Pedagogia e Psicologia da FAACZ se uniram e promoveram uma mobilização nas dependências da faculdade, visando sensibilizar a comunidade acadêmica sobre a necessidade de conhecer, respeitar e incluir o portador de Transtorno do Espectro Autista (TEA). A ação aconteceu no último dia 02, que celebra o Dia Mundial da Conscientização do Autismo e o início do Abril Azul – mês de luta pelos que vivem com o transtorno.

 

Na entrada principal da faculdade, os universitários entregaram panfletos com informações sobre o autismo e um laço azul que representa a cor do movimento. Também seguraram uma faixa para lembrar que Abril é o mês da conscientização sobre o autismo e realizaram na quadra poliesportiva, durante o intervalo de aulas, um momento cultural com apresentação de música e jogral. O movimento foi organizado pelas coordenações dos cursos de Pedagogia e Psicologia em parceria com o Núcleo de Orientação e Apoio Psicopedagógico (NOAPS).

 

As ações foram acompanhadas pelas professoras Marta Rossoni e Flávia Moreira Marchiori, que são responsáveis pelo NOAPS. Flávia também é coordenadora do curso de Psicologia e Marta preside o Comitê de Apoio ao Discente e Acessibilidade. Segundo a estudante de Pedagogia, Sara Nicolini dos Santos, “foi uma atividade bastante significativa que nos proporcionou conhecimento e interação junto aos demais alunos da FAACZ. Ao passar nas salas de aula aconteceram debates importantes sobre o autismo, com exemplos dados por acadêmicos citando situações de pessoas que convivem diariamente com esse tipo de transtorno”.

 

Para a aluna de Psicologia, Indiara Rockffeller de Lima Moreira, a ação realizada foi muito importante para sensibilizar os estudantes dos outros cursos da FAACZ: “Enquanto estudantes da área de Saúde precisamos explicar às pessoas de que o autismo é um transtorno de desenvolvimento que prejudica principalmente a capacidade da criança de se comunicar e interagir no meio social. O autismo não tem cura, não podemos transformar o mundo da criança que passa pelo transtorno, o que podemos fazer, é transformar o nosso mundo em um lugar cheio de muito amor e compreensão”.  

 

Seminário

 

A mobilização continua na próxima segunda-feira, 15 de abril, às 19 horas, no auditório da FAACZ com o Seminário sobre “Autismo: Do sintoma à intervenção”. Será palestrante, a coordenadora do Setor de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) da Prefeitura de Aracruz, professora Adriana Regina de Andrade Azeredo, que é especialista em Psicopedagogia e em Educação Especial/Deficiência Mental.

 

Irão participar do evento estudantes dos cursos de Pedagogia, Psicologia, Enfermagem e representantes da área da Saúde e de Educação da comunidade local. Interessados em participar devem enviar e-mail para as professoras responsáveis pelo Seminário: marta.rossoni@fsjb.edu.br ou flavia@fsjb.edu.br. O evento está sendo organizado pelas coordenações dos cursos de Pedagogia e Psicologia em parceria com o Núcleo de Orientação e Apoio Psicopedagógico (NOAPS).

 

Texto: Alessandro Bitti
E-mail: comunicacao@fsjb.edu.br
alessandro@fsjb.edu.br

 

 

Você pode gostar...

Tamanho da fonte
Contraste

Holler Box